Atroz - Evilane Oliveira



Livro: Atroz - Uma Fuga Inesquecível
Autora: Evilane Oliveira
ISBN: B075MWHCPY
Ano: 2017 / Páginas: 322
Idioma: português 
Editora: Independente


Se vocês acompanham o blog lá no instagram, perceberam que a semana passada foi bem intensa. Participamos da Blog Tour de lançamento do livro Atroz, da nossa querida parceira Evilane Oliveira. E por lá mesmo, fiz um post com as primeiras impressões que tive do livro, pelos 6 primeiros capítulos que li.
Agora que terminei de lê-lo inteiro, posso desenvolver melhor a opinião sobre o livro.

Atroz tem como enredo o encontro de Alícia, uma patricinha rica, que sai de casa pois não quer cursar a faculdade de Direito imposta pelo pai, e sim artes visuais, que é sua paixão. No primeiro dia fora de casa, acaba indo parar em um racha e sendo sequestrada por um atroz louco e lindo de morrer, o Luca.

Ele é um rapaz pobre, que corta um dobrado para não deixar faltar nada para os irmãos mais novos, Tina e Felipe, e para isso, trabalha durante o dia numa oficina, e durante a noite, é um campeão nos rachas clandestinos da cidade.

A química dos dois começa logo nas primeiras páginas. Quem diria que um sequestro te faria conhecer o amor da sua vida?

Infelizmente, Luca acaba por tomar caminhos que não o levarão para um bom lado, e todo esse amor entre ele e Alícia pode não vingar.

Fiquei completamente apaixonada por esses dois. Não conseguia parar de pensar em como Luca devia ser ao vivo. Um badboy marrento, com um olhar expressivo, aquela cara fechada e umas mãos fortes e habilidosas. (Sim, sou dessas). 

Acredito que só conseguimos desenvolver essas características em nossa mente quando a autora ou o autor nos proporciona envolvimento com a trama e escreve os personagens com destreza, portanto, um ótimo ponto alcançado pela Evilane.

Já Alícia, que por diversas vezes imaginei apática, conseguiu uns pontinhos comigo com alguns diálogos empoderadores e de superação. Não posso negar quão decidida ela é, mas carrega consigo uma ingenuidade e uma esperança que eu não teria.

Senti falta das cenas quentes que a autora sabe escrever muito bem e que me deixam enlouquecida do começo ao fim. Não que aqui não tenha. Como disse, a química dos protagonistas é gritante, e só a narrativa das trocas de olhares deles já valeu a pena, mas, para quem leu outros romances da autora, fiquei com esperança de altas cenas de pegação.

Acredito que essa diminuição nas cenas hot se dão ao fato de um acontecimento na trama, que acaba afastando nosso casal Lulícia (sim, temos um nome pro shipp!), mas isso demonstra como o amor é forte e paciente, e quando em sua forma mais pura e verdadeira, vence todos os obstáculos que possamos vir a sofrer.

Falando agora dos personagens coadjuvantes, Tina e Felipe são umas gracinhas. As cenas que envolvem o crescimento de Tina são bem realistas e os surtos que Luca tem ao perceber que a irmã cresceu me fizeram rir.

O pai de Alícia, que pensei que daria mais trabalho, foi super relax, e sua mãe , é um grande mistério revelado no final do livro.

Meus personagens favoritos depois de Alícia e Luca, com toda certeza foram Gabby e Kieran. Vocês chegaram a ver o avatar dele que postamos durante a Blog Tour lá no Instagram? Meus amores, como não desejar um livro só dele dando olhares matadores para todos os lados?

Evi, eu te imploro!!!!

Ele é perigoso e totalmente proibido, mas garanto que a maluca da Gabby não conseguiu ficar longe. Tem todo aquele lance de proibído é mais gostoso e bad boys com caras marrentas e olhares sedutores que não podemos resistir, por isso preciso real de uma história deles, cheia de obstáculos, corridas e pegação. 

Ah! Antes que me esqueça! Sempre tem alguém para tentar acabar com a felicidade alheia, não é? E nesse caso, o diferencial vem de onde menos se espera. Lorena sempre foi clara ao demonstrar seus desejos por Luca, mas na real, ela não chegou a fazer cócegas na história. A cobiça virá de onde menos se espera.

Só para arrematar, Théo, o amigo de Luca merece um capítulo a parte também. Nossa atração por engravatados não fica atrás da por bad boys, não. Queria que tivesse rolado um arranca rabo entre Théo e Luca, mas é bonito de se ver a amizade que os dois tem. Nada impede que ele seja o protagonista de outros livros da autora (Não consigo parar de imaginar os personagens que poderiam ter livros só pra eles e de encher o saco dos autores pra escreverem kkk)


Em suma, Atroz é outro livro incrível escrito pela Evilane, que consegue nos passar todo sentimento e característica dos personagens, nos envolvendo com a história e deixando um gostinho de quero mais.

Ele já está disponível para compra na Amazon, então corre comprar o seu para se apaixonar por Luca e Alícia também.

Espero que gostem!

PS.: Só atualizando, já descobrimos que os livros do Kieran (Obrigada, Deus!!) e do Théo vão sair, além do da Tina, que aparentemente vai ser uma escrita totalmente diferente do que a autora já fez, afinal, nossa Tina merece um amor bem fofo e adolescente.  A Evilane revelou numa live nos últimos dias e disse que não consegue ficar sem escrever sobre os outros personagens. Pode escrever, sua linda!!! Escreve mais porque adoramos mesmo. Não consigo mais ler um livro sem pensar nos outros shipps que se formam no meio do caminho. Portanto, manda mais que estamos esperando real por eles.

Contando os dias para esses lançamentos!

Beijos,
Carol.

Mil beijos de garoto - Tillie Cole


Livro: Mil Beijos de Garoto
Autora: Tillie Cole
ISBN-13: 9788542209822 
ISBN-10: 8542209826 
Ano: 2017 / Páginas: 400 
Idioma: português 
Editora: Outro Planeta 
Nota: ★★★★★/


- Eu vou te dar mil beijos, Poppymin. Todos eles. Ninguém nunca vai beijar você, só eu.



Como começar a explicar pra vocês o meu total e completo amor por esse livro?

Primeiramente, preciso agradecer à galera dos grupos literários do Whatsapp que não me deixaram desistir dessa leitura. Obrigada!

Pois é, pensei real em desistir desse livro. 

Você reparou na frase a cima, em rosa? Então. Ela foi o que quase me fez desistir.

O primeiro capítulo me deixou muito irritada. Só por essa frase talvez não consiga perceber o que senti lendo a cena.

Achei bem pesado o diálogo e os pronomes empregados pelos personagens. Duas crianças exaltadas pois uma pertenceria a outra pro resto da vida. Ninguém, além dele, a tocaria novamente. Todos os beijos dela, seriam dele. Soa meio possessivo, não acha?

Foi aí que deixei o livro de lado e comecei outra leitura. Não queria dar ibope para um relacionamento abusivo não, mas passar por cima desta primeira impressão foi a melhor coisa que já fiz.

Com o desenrolar da história, esse parecer de possessão caiu por terra. Com uma escrita suave, mas também intensa, Tillie Cole nos mostrou que, na verdade, Rune Kristiansen e Poppy Litchfield pertenciam um ao outro, de uma maneira transcedental e única, que vai além do que os sentimentos humanos podem entender.

O livro aborda bastante essa ligação superior entre os protagonistas. Nós, reles mortais, teremos muita sorte se um dia encontrarmos um amor assim, que supera os limites da vida terrena e se perpetuará em outra e outra e outras vidas.

Com oito anos de idade, Poppy recebe da avó a maior de suas aventuras. Um pote de beijos de garoto. Mil, para ser exata. 

Esta será a aventura da vida da garota. Encontrar o rapaz que lhe dará mil beijos, mas não mil beijos qualquer. Mil beijos que valham a pena. Mil vezes que farão seu coração quase explodir.

E tudo começou bem. Rune, o viking norueguês que entrou em sua vida aos cinco anos de idade, foi o responsável por grande parte dessa aventura.

Todos a sua volta eram capazes de perceber que eles eram inseparáveis. Os anos foram passando e o pote de corações foi se enchendo. Poppy e Rune, ao infinito.

Mas o destino, ah o destino, não consegue suportar a felicidade alheia por muito tempo, e acaba separando os dois quando ambos tem 15 anos. Rune volta com a família para a Noruega, e, por dois longos anos, ele e Poppy perdem o contato.

Ela apenas sumiu.

Desapareceu.

E uma parte dele, morreu com isso.

Dois anos depois, dois anos sem notícia nenhuma, a família Kristiansen retorna à América, e Rune, agora um bad boy de primeira linha, precisa descobrir por onde Poppy andou.

Por que parou de falar com ele? Por que cortar o contato de maneira tão repentina? Quantos beijos de outro garoto entraram naquele pote?

É mais ou menos por aqui, meus amigos, que as coisas começam a desmoronar.

É muito difícil escrever qualquer coisa sem lhes contar o que vai acontecer, mas, uma dica desta que vos fala, preparem o lencinho e não leiam esse livro num lugar público com gente te olhando, enquanto você luta com suas lágrimas pra elas não rolarem pelo seu rosto. 

Te desafio à ficar plena enquanto seu coração está sendo esmagado e tudo o que você quer é chorar.

Faz tempo que estava lendo livros que não me tocavam, e este veio a ser meu despertar. Que livro lindo!!!!!

Não bastasse o amor que conecta os Poppy e Rune, podemos ver ainda como o amor dos dois consegue curar as mágoas adquiridas no caminho.

Há uma cena bem peculiar, que me fez perder o fôlego e chorar ali mesmo, na frente de todos, que é quando Aston, irmão mais novo de Rune, conversa com Poppy e fica incrédulo quando descobre que Rune fala com ela, e pede para que ela fale com ele, para que Rune volte a falar com Aston, pois Rune nunca fala com o pequeno. (Sei que ficou confuso mas depois de ler o livro vocês vão me entender).

Essa foi só uma das situações que vemos como o amor cura, suporta e espera tudo.

A autora escreveu de maneira muito tocante os acontecimentos posteriores à volta de Rune e da revelação dos segredos de Poppy.

Sua narrativa é leve e envolvente, mas ao mesmo tempo, a força embutida em suas palavras nos atropelam e massacram nosso coração.

Não há palavras suficientes para descreverem a delicadeza deste livro, que, por mais que nos arrase emocionalmente, passa a serenidade de quem tem coragem de aceitar o que não pode mudar e a força de vontade de realizar todos os seus desejos antes que seja tarde.

Mil beijos de garoto não são apenas mil beijos distribuídos ao longo da vida. São mil vezes que seu coração teve certeza que se entregou a pessoa certa e que todos os momentos que viveram juntos valeram a pena.

Os mil beijos de Poppy e Rune mostram uma história que acontece uma vez em um bilhão, de tão rara que é, e nos deixam com esperança que um dia encontraremos alguém para preencher nossos próprios potes.

Ele é triste, comovente e surpreendente, e palavras podem se tornar uma armadilha para descrevê-lo em uma resenha, sem revelar o que aconteceu.

Em seu final, os níveis de amor são atualizados de maneira surreal. 

As cenas que precedem o fim demonstram a força de quem ama, e nos ilustra o significado de almas gêmeas.

Enfim, só posso concluir pedindo encarecidamente que vocês leiam esse livro e sintam na pele o que senti lendo-o.

O contraste entre a delicadeza e a força contida nesse livro é uma obra prima, e com certeza arrebatará seu coração também.

Todo meu amor por ele e Tillie Cole, que entra para a lista de minhas autoras favoritas.

Espero que gostem,
Carol.

Doce Amargo - Evelyn Santana



Livro: Doce Amargo - # Livro 1

Autora: Evelyn Santana
ISBN-13: 9788592572204
ISBN-10: 8592572207
Ano: 2016 / Páginas: 441
Idioma: português
Editora: Coerência
Nota: ★★

Doce Amargo conta a história de Melinda Calle e do bilionário  Robert Blackwell.

Ela é ma mulher que não conhece suas raízes, mas sabe muito sobre quem é. Uma garota forte, decidida e apaixonada por Robert Blackwell desde que o empresário fez uma doação para o orfanato em que vivia, proporcionando-lhe o melhor natal de sua vida.

Ele, um empresário podre de rico, que tenta a todo custo criar sua marca sem sombra do pai, que sempre tratou ele e toda a família sem demonstrar nenhum amor.

As diferenças entre os dois protagonistas não poderia ser mais gritante. Os dois habitam mundos totalmente diferentes.

Para nossa sorte os dois se envolvem devido a típico clichê. Aliás, a história toda é um grande clichê, mas quem disse que ligamos pra isso? Amamos de verdade! 

O primeiro encontro dos dois é bem coisa de filme. Eles acabam se envolvendo em um acidente e descobrem que ela trabalha para ele.

Linda não é o tipo de mulher que Robert se relacionaria, mas situações inusitadas merecem atitudes, digamos, desesperadas.

Um testamento coloca Blackwell contra a parede, forçando o rapaz a seguir por caminhos que talvez não tenham volta.

É nessa parte da história que se tem início a relação entre os dois. Um tipo de relação, diga-se de passagem, que não sou muito fã. Os dois vão de desconhecidos totais a completamente apaixonados e casados em 3 meses. Sim, 3 meses.

Quando você ler a história vai descobrir os motivos da rapidez e também vai perceber que Melinda sempre foi apaixonada por Robert, então meio que justifica a entrega total da mocinha em tão pouco tempo e mesmo eu não gostando dessa entrega repentina, faz todo sentido com a trama.

Por outro lado, a autora conseguiu passar para o leitor, de maneira bem delicada e detalhista, a forma como Robert passa a enxergar Linda, aquela mulher que nada tinha a ver com seus padrões, se tornando a mulher que quer a seu lado para sempre.

Isso acontece de forma tão sútil e agradável, que nos agarramos ao personagem e ficamos tristes quando nos trechos finais a verdade começa a vir à tona.

Não posso me esquecer de mencionar os personagens coadjuvantes da história. Linda descobre nos vizinhos a família que nunca teve, com uma avó sábia e um irmão, que se recusa a levar este título.

A irmã de Robert também é uma personagem muito bem elaborada (queria real um spin-off só dela). Ela parece aquelas pessoas que você quer ser amiga, sabe?

Há também outros personagens, como James e sua filha super legal ~sqn~, que te fazer agarrar um ódio pelas coisas que aprontam.

Como disse antes, a história é bem clichê, mas não dá pra parar de ler!!! A Evelyn arrasou ao escrevê-la com personagens muito bem construídos, cenas bem esquematizadas e com essa capacidade de fazer aflorar no leitor todas as emoções que os personagens passam.

Resumindo, um livro incrível, bem escrito, com personagens se que encaixam e transmitem ao leitor a verdade com a qual a autora o escreveu.

Tô doida aguardando a continuação, porque preciso saber o que vai acontecer quando toda a verdade se confirmar. Será que o casal protagonista vai conseguir superar as mentiras, ou vão mostrar que a verdade é mais forte que o amor? Quantos segredos mais vamos descobrir?

Ficaremos na expectativa até o lançamento, mas nada nos impede de pensar.

Evelyn, obrigada pela parceria e carinho, e um obrigada maior ainda por ter escrito esse livro!

Doce Amargo, é uma ótima indicação de livro nacional de qualidade e está disponível para compra nas melhores livrarias do país. Corre já garantir o seu.


Espero que gostem,
Carol.