Antes de dormir - S.J. Watson

Via <http://estacaogeek.com/wp-content/uploads/2015/01/antes-de-dormir-5.jpg>
Você já se imaginou com amnésia algum dia na vida? E se essa amnésia fosse do tipo que recomeça todas as manhãs? Christine acorda todos os dias sem saber onde está. Seu marido Ben, é um estranho.  Às vezes ela não lembra nem de si mesma. Como uma pessoa nesse estado pode perceber que as coisas ao seu redor não estão certas? Quando você não se lembra de nada, tudo o que lhe dizem parece ser verdade, mas em quem realmente podemos confiar?

Christine é escritora e tem 47 anos. Anos atrás sofreu um grave acidente que fez com que ela perdesse sua memória recente, por isso, todas as manhãs quando acorda, não sabe onde está, nem quem é o homem estranho que está na cama junto com ela. Esse estranho é seu amado e dedicado marido, que todos os dias lhe conta a mesma história sobre quem ele é e sobre sua suposta rotina.


Todos os dias após Ben sair para trabalhar, o celular de Christine toca. Do outro lado da linha está o Dr. Nash, um médico que estuda o caso dela às escondidas, e lhe pede toda vez que liga para que ela procure seu diário e confirme sua versão."Não confie em Ben" é o que está escrito. Mas como não confiar no homem com que é casada? No homem que lhe acorda todas as manhãs e lhe demonstra um amor incondicional?


Quando o amor deixa de ser saudável e passa a ser doentio? Até onde uma pessoa é capaz de ir para realizar seu desejo de ficar com outra? Quanto podemos confiar em nossos instintos? Existem coisas que nem a amnésia pode apagar.


Antes de dormir é um thriller MA-RA-VI-LHO-SO! Há tempos não lia um livro com uma história tão surpreendente. A escrita é incrível e a trama te prende do início ao fim. Estava na minha lista de desejados e o consegui em uma troca na feira literária aqui da minha cidade. Não pude perder a chance de lê-lo.



Via <http://lerimaginar.com.br/wp-content/uploads/2013/11/P%C3%B4ster-Antes-de-Dormir.jpg>
Há duas capas diferentes do livro. A primeira, à esquerda é a versão original, e a segunda é a capa criada após o lançamento do filme, que é estrelado por Nicole Kidman no papel de Christine.

Vi alguns comentários não muito bons acerca do filme, mas não tenho como opinar, já que ainda não o vi.


Se você está em busca de um livro com uma pitada de suspense, romance e drama, eis aqui um belo exemplar.


Que tal você ler e depois me contar o que achou? Vou te esperar aqui no blog ou lá no insta no @bloglivroseleitoras.


Mil beijos *~

Receitas do Prazer


"Quando o meu propósito é diversão, não faço outra coisa além disso. Essa é minha regra."...


AVISO: Se você está a procura de uma protagonista sem sal e sem açúcar, por favor, dirija-se à outro livro!

Isso mesmo! Júlia não é uma mocinha recatada nem virgem. Ela é uma adulta bem resolvida e que sabe o gosta: Prazer. Mesmo tendo a vida pessoal e profissional reservada, Júlia não tem vergonha de sua vida sexual. Ela tem gostos peculiares e não encontrou ainda seu limite quando se trata de sexo. 


Inteligente, bonita e simpática, ela é professora de dança e gerente de uma academia, mora com amigos e não conta nada sobre o seu passado.


Frequentadora assídua de festas sexuais, Júlia encontra o homem que poderia mudar toda sua visão de vida futura, mas sabe que um relacionamento entre os dois na vida real, não seria possível.


Júlia segue sua vida, e começa um relacionamento com outro rapaz. Estava começando a se sentir feliz, mas  de repente, ela vê seu mundo desmoronando: Seu passado vem a tona ; ela fica entre os dois homens que mexem com sua cabeça;e descobre que tudo o que fez durante anos foi uma mentira.


Depois de uma reviravolta, ela embarca com o homem dos seus sonhos para uma viagem pela América do Sul, enfrentando seus medos e escrevendo uma nova história para viver.



O livro é muito bom! Pessoas tipo eu, que gostam de ler livros desse gênero, às vezes ficam cansadas em saber que a protagonista vai ser mais uma coitadinha submissa que não sabe nada sobre sexo e se apaixona pelo único cara com quem transou e blá blá blá. Todo mundo precisa é de uma apimentada na vida e na literatura, certo? E esse livro nos traz exatamente isso. A protagonista é uma mulher decidida que gosta de dar e receber prazer sem vergonha nenhuma. A história continua sendo um romance, mas eu me vi mais perto da realidade do que com outros livros.


Outro ponto que achei muito, mais muito genial, são as receitas que aparecem em certas partes. Quem nunca sonhou em comer a comida que o Sr. bonitão pede no jantar? Aqui você vai encontrar. 


Eu cresci com a minha vó dizendo que homem a gente prende pelo estômago, então acho que não custa a gente tentar fazer aquela receita de vez em quando né.Testei uma receita deliciosa de Salada de Grãos com Bacalhau, que ficou sen-sa-ci-o-nal! Fiquei na dúvida do que é melhor sobre o livro: a história ou as receitas kkkk, mas a conclusão é de que os dois juntos são o que deixam esse livro irresistível.


O livro foi escrito por A. Fraenkel e S. Fraenkel, e se você ficou curioso, você pode entrar no site deles, no www.receitasdoprazer.com.br ou no Instagram @receitasdoprazer. Em breve eles estarão lançando o próximo livro, Caminhos do Prazer, e vai rolar uma surpresa lá no IG.


Enquanto isso, a gente fica por aqui roendo as unhas esperando a continuação. Beijos.




Primeiras Impressões : 10 coisas que aprendi sobre o amor

Oi gente, tudo bem?O post de hoje é sobre a degustação que a #NovoConceito enviou essa semana.

Pois bem, vou colocar a sinopse aqui e logo depois vou fazer as minhas considerações.




A história fala sobre duas pessoas completamente diferentes e, ao mesmo tempo, que complementam-se: Daniel, um mendigo que lista diariamente os desejos e o que gostaria de falar para sua filha, que ele nunca conheceu; e Alice, que não se sente à vontade entre a família que a cerca e também tem a sua lista, de coisas que a tornam feliz ou triste. O que eles tem em comum, devem estar me perguntando? O amor, é claro, esse sentimento que se torna um dos personagens principais, presente em toda a história.

Já vi algumas pessoas comentando sobre esse livro e sou da turma do contra. Eu quero muito ler esse livro e chegar no final, mas acho que vai ser um pouco difícil. As primeiras páginas não conseguiram me prender; A transição da narrativa entre os personagens me pareceu um pouco confusa e os personagens não me cativaram.
Toda história tem dois lados, e o lado bom dessa é que eu acredito que os personagens tem muito o que mostrar. Seria muito legal, por exemplo, se Alice e Daniel se encontrassem e suas histórias se entrelassassem mais.Gosto de histórias que têm reviravoltas e finais que não imaginava ter. 
O tema central é o amor, e a visão que duas pessoas distintas tem dele. Será que o amor é igual pra todos? Todos o sentem da mesma forma. com o mesmo significado? 
O que você sabe sobre o amor? Eu vou te contar aqui abaixo o que eu sei sobre ele.

1- O amor é a fonte de inspiração dos melhores livros que li, e das melhores músicas que ouvi ou fiz;
2 - Todos sofreram/sofrerão por amor;
3 - Quando você realmente amar alguém, vai perceber que tudo o que você já sentiu não chega nem perto do que sente agora, e que toda a dor e sofrimento que passou não era amor.
4 - Amor próprio não é balela, nem enredo pra vender livros de auto-ajuda. Amor próprio é essencial, e só quando você aprender a se amar você vai conseguir enxergar o amor nos olhos do outro.
5 - Você merece todo o amor do mundo, e não precisa se contentar com as migalhas e com o desprezo que alguém te oferece, só porque você gosta dela. 
6 - Amor, é saber que você sempre tem pra onde e pra quem voltar, pois seu lar é alguém, e não um lugar.
7 - Existem vários tipos de amor. Amor de mãe (<3); Amor entre duas pessoas; Amor por coisas.
8 - Você sempre vai ter um cheiro e uma música que você sempre gostou mas vai passar a odiar porque ele te lembra aquele alguém.
9 - Todo mundo deveria amar e ser correspondido pelo menos uma vez na vida.
10 - Amar, também é deixar ir.
Estou esperando ansiosíssima pelo livro galera da NC. Vamos ver se a Sarah Butler vai surpreender.
Beijos ~*



Facilis descensus Averni - Trilogia O Inferno de Gabriel - Sylvain Reynard


Oi gente, quanto tempo, né? Acho que levei a sério demais as minhas férias!
Mas posso afirmar que elas renderam, viu! O lindo do #Submarino fez aquela linda promoção de livros a R$ 9,90 e eu comprei depois de anos essa trilogia maravilhosa. Eu já havia lido antes em pdf, mas sempre quis ter os volumes físicos, e quando chegaram fui correndo reler.

A trilogia é muito boa. Tem seus altos e baixos como qualquer outra (por altos, entendam os livros 1 [principalmente] e 3, e por baixos, o livro 2 que é fraquinho.), mas de uma maneira geral é realmente atraente.


Eu sempre tive uma queda por literatura, história, grandes autores, Itália e professores, (não nessa ordem mas não tem importância) então quando pego um livro que envolve tudo isso, mais uma pitada de romance da qual não fico sem, Buuuumm! se tem uma história linda de ler.


O Gabriel que aparece no começo do livro é um grosso sim, mas depois você começa a perceber o porque dele ser assim. Sabe aquele ditado: "Colhemos aquilo que plantamos"? Pois é. O Prof. Emerson tem todo aquele jeitão de carrasco, mas só porque sofreu muito e aprontou o dobro quando era mais novo. Seu ponto fraco é sua Beatriz. Um anjo que lhe apareceu quando mais jovem e que habitava seus pensamentos até hoje.


Julia, ou Julianne, é uma menina que passou poucas e boas com uma mãe e um namorado abusivos, mas que nunca deixou de pensar no irmão adotivo da melhor amiga, que conheceu quando era uma adolescente. Ele estragou Julia para todos os outros homens. Nenhum, jamais a faria sentir um centésimo do amor e da paixão que nutriu por aquele rapaz.


Com uma paixão em comum por Dante e A Divina Comédia, os dois se reencontram anos mais tarde, mas o amor entre os dois continuará sendo proibido. Porque o destino é tão cruel quando se trata de viver o amor?


Você pode descobrir ao ler essa trilogia.


Os livros são escritos por Sylvain Reynard, um pseudônimo do autor(a), que pra mim, é uma mulher, mas tudo bem.


___________________________________________________________


Sinopses: O Inferno de Gabriel Enigmático e sedutor, Gabriel Emerson é um renomado especialista em Dante. Durante o dia assume a fachada de um rigoroso professor universitário, mas à noite se entrega a uma desinibida vida de prazeres sem limites. O que ninguém sabe é que tanto sua máscara de frieza quanto sua extrema sensualidade na verdade escondem uma alma atormentada pelas feridas do passado. Gabriel se tortura pelos erros que cometeu e acredita que para ele não há mais nenhuma esperança ou chance de se redimir dos pecados. 



Julia Mitchell é uma jovem doce e inocente que luta para superar os traumas de uma infância difícil, marcada pela negligência dos pais. Quando vai fazer mestrado na Universidade de Toronto, ela sabe que reencontrará alguém importante – um homem que viu apenas uma vez, mas que nunca conseguiu esquecer. 

Assim que põe os olhos em Julia, Gabriel é tomado por uma estranha sensação de familiaridade, embora não saiba dizer por quê. A inexplicável e profunda conexão que existe entre eles deixa o professor numa situação delicada, que colocará sua carreira em risco e o obrigará a enfrentar os fantasmas dos quais sempre tentou fugir. 

Primeiro livro de uma trilogia, O inferno de Gabriel explora com brilhantismo a sensualidade de uma paixão proibida. É a história envolvente de dois amantes lutando para superar seus infernos pessoais e enfim viver a redenção que só o verdadeiro amor torna possível.

O Julgamento de Gabriel  Eles estão vivendo uma paixão arrebatadora. Mas muitas pessoas são contra esse amor. Gabriel Emerson e Julia Mitchell se conheceram há muito tempo, quando ela ainda era adolescente, numa noite mágica e confusa. Mas, apesar de todo o sentimento que nasceu entre eles, no dia seguinte seus caminhos se separaram. Anos depois eles se reencontraram quando Julia começou o mestrado na Universidade de Toronto. Gabriel era um professor enigmático, sedutor e muito arrogante que a atormentava e perseguia. No entanto, o que mais fazia Julia sofrer era ele não se lembrar dela. Mas nem mesmo o insensível Gabriel é capaz de resistir à profunda conexão que existe entre eles e logo os dois embarcam numa tórrida paixão proibida. Com o fim do semestre e do curso ministrado por Gabriel, eles deixam de ser professor e aluna e enfim estão livres para viver seu amor. Ou pelo menos era o que pensavam. Após uma viagem romântica para a Itália, durante a qual Gabriel ensina a Julia todos os mistérios do prazer e, em troca, aprende com ela o significado do amor verdadeiro, os dois veem seus sonhos ameaçados. Duas denúncias junto ao Comitê Disciplinar da Universidade põem em risco o emprego de Gabriel e a carreira brilhante e promissora de Julia. Será que o professor vai ceder às ameaças ou irá lutar até o fim por sua amada? Será que essa paixão conseguirá resistir a um julgamento implacável? Na apaixonante sequência de “O inferno de Gabriel”, Sylvain Reynard constrói uma bela história de amor, da qual os leitores jamais se esquecerão.

A Redenção de Gabriel  Depois do escândalo em que se viram envolvidos em Toronto, Gabriel e Julia se casaram e se mudaram para Massachusetts, onde ele dá aula na Universidade de Boston e Julia faz doutorado em Havard. Agora ela precisa provar que não vive à sombra do marido famoso. Mas parece que Gabriel não está pronto para ver a esposa caminhar com as próprias pernas. Além disso, as coisas entre eles não vão muito bem. Isso porque Gabriel está ansioso para ter um filho, mas Julia quer concluir o doutorado primeiro. Para ver realizado seu sonho de formar uma família, Gabriel terá que enfrentar fantasmas do passado. Será ela capaz de fazer isso? E será que a generosidade de Julia resistirá à ameaça de ver arruinada a carreira que ela tanto se esforçou para construir? "A Redenção de Gabriel" é o desfecho brilhante dessa trilogia que arrebatou leitores no mundo inteiro. 
_________________________________________________________________
Livro 1: 

" - Não espero que entenda. Você é um imã para desastres, Srta. Mitchell. Eu sou um ímã para pecados." - pág. 56

..." Ele a havia tornado inacessível para qualquer outro homem. Para sempre." - pág. 66

" - Vou ser expulso do Paraíso amanhã, Beatriz. Nossa única esperança é que você me encontre depois. Procure por mim no Inferno." - pág. 67

" - Facilis descensus Averni - sussurou ele, as palavras fatídicas e sobrenaturais atingindo-a na própria alma - A descida para o Inferno é fácil." - pág. 110

" Quando todas as pessoas no mundo acreditam numa coisa e você é a única que acredita no contrário, é muito tentador aceitar o ponto de vista delas." - pág. 111

..." - Você precisa ter fé, Julia, precisa ter esperança. caso contrário, nunca vai se permitir ser amada por ninguém." - pág. 249


" - Nós dois temos cicatrizes. E talvez você tenha razão, elas não vão desaparecer. Mas eu sou a sua redenção, Gabriel." - pág. 454



Livro 2: 


" - E u vaguei pela escuridão em busca de algo melhor, de algo real. Encontrei você e prefiro ir para o inferno a perdê-la. "  - pág. 110


" - Nem o Inferno conseguiria me manter longe de você -  sussurrou ele." - pág. 182


" - Não houve mais ninguém. Meus braços estavam ocupados mesmo quando eu estava sozinho. Mas se você me dissesse que se apaixonou por outra pessoa e que estava feliz, eu a deixaria ir. Mesmo que isso fosse a minha ruína...Amarei você para sempre, Julianne, quer você me ame ou não. Este é o meu Paraíso. E o meu Inferno." - pág. 327


Livro 3: 


" - Fun dayn moyl in gots oyern - Da tua boca para os ouvidos de Deus." - pág. 359


" -  Eis que surge a minha bem-aventurança" - pág. 425.


_________________________________________________________________


Todos os volumes foram lançados pela #EditoraArqueiro

Quem é você, Alasca? - John Green


Pessoas lindas do meu Brasil varonil, eu tava ensaiando aqui há alguns dias pra fazer a resenha desse livro bem bonitinha, mas acontece que não consigo. Por quê? Porque, em uma das minhas andanças pelo grupo do Skoob no Facebook, eu dou de cara com um Spoiler. Com a P*RRA DE UM SPOILER!!!!!! Pensei: Não deve dar em nada não. Esquecida como sou nem vou lembrar do que li", mas lembrei. Não curti.Eu espero que todo mundo leia esse livro sem spoiler, aliás, apoio um mundo onde não exista alguém tão legal a ponto de dar spoilers ao vento. 

Aí, você que está lendo me pergunta: '' Mas Carol, você não gostou nem um pouquinho do livro?". Gostei galera, mas eu li esperando que chegasse a parte que eu tinha visto, então quando chegou, pufff, nem fiquei impressionada. É um livro que precisa ler nas entrelinhas. Existe muito mais pra perceber do que está escrito, então mesmo com tudo o que li, ainda fiquei me perguntando o porquê e cheguei a conclusão de que certas coisas só tem resposta pra quem vive a situação, "os outros, são só os outros", e eles (nós), não precisamos entender, só aceitar.

Mesmo decepcionada comigo mesma, por ter sido uma fraca ter me submetido ao spoiler, separei ulguns quotes e vou colocá-los aqui em baixo, logo após a sinopse.

________________________________________________________________________
Sinopse: Miles Halter é um adolescente fissurado por célebres últimas palavras que, cansado de sua vidinha pacata e sem graça em casa, vai estudar num colégio interno à procura daquilo que o poeta François Rabelais, quando estava à beira da morte, chamou de o "Grande Talvez". Muita coisa o aguarda em Culver Creek, inclusive Alasca Young, uma garota inteligente, espirituosa, problemática e extremamente sensual, que o levará para o seu labirinto e o catapultará em direção ao "Grande Talvez".
____________________________________________________________________________

"Não sabia se podia confiar nela e já estava cansado de sua imprevisibilidade - fria num dia, meiga no outro; irresistivelmente sedutora num momento e insuportavelmente chata no outro. Eu preferia o Coronel: pelo menos, quando ele ficava mal-humorado, ele tinha um motivo." - pág. 77

"Simples assim. De centenas de quilômetros por hora ao repouso em um nanossegundo. Eu queria tanto me deitar ao lado dela, envolvê-la em meus braços e adormecer. Não queria transar, como nos filmes. Nem mesmo fazer amor. Só queria dormir com ela, no sentido mais inocente da palavra. Mas eu não tinha coragem. Ela tinha namorado. Eu era um palerma. Ela era apaixonante. Eu era irremediavelmente sem graça. Ela era infinitamente fascinante...se as pessoas fossem chuva, eu era garoa e ela, um furacão." - pág. 91

"O medo não é uma boa desculpa!...O medo é uma desculpa que todo mundo sempre dá!" - pág. 97

" Foi o momento mais importante da vida da Alasca. Quando ela chorou e disse que tinha estragado tudo, agora eu entendia o que ela queria dizer. Quando ela falou que tinha decepcionado todo o mundo, eu sabia de quem ela estava falando. Era o tudo e o todo mundo de sua vida". - pág. 124

..."Não era o bastante ser seu último beijo. Eu queria ser seu último amor. Mas sabia que não era". -pág. 176

"Ela me ensinou tudo o que eu sabia sobre lagostins, beijos, vinho tinto e poesia. Ela me mudou." - pág. 176

..."Pois ela tinha personificado o Grande Talvez - tinha me mostrado que valia a pena deixar minha vidinha e sair em busca de talvezes maiores". - pág. 177

"Depois de todo esse tempo, acho que 'rápida e diretamente' é o único jeito de sair - mas prefiro o labirinto. O labirinto é uma droga, mas eu o escolho." - pág. 222

_________________________________________________________________

Essa edição é da #EditoraMartinsFontes e tem 229 páginas.

Pausa (Slammed 2) - Colleen Hoover

Galerinha, demorou, mas hoje vim falar sobre #Pausa - #Slammed2 destruidora de corações #ColleenHoover.

Eu havia dito na resenha anterior  sobre o primeiro livro, que não tinha sido tudo aquilo que esperava. Não sei se é porque eu gosto mais do Will do que da Lake, mas esse livro é tão lindo!


Cheguei a postar uma foto no IG do blog (pra quem não sabe é @bloglivroseleitoras) do trecho que fez meu coração parar. Eu fiquei tipo: "Você tá de brinks que depois de tudo o que eles passaram essa bagaça vai terminar assim!" E não terminou (uhuuulll *-*). Pra mim, terminou como deveria terminar. A história tem um outro livro, chamado #EssaGarota mas falando sério, não pretendo ler. Tenho medo de mudar minha concepção e não quero acabar com esse sentimento que ficou em mim.


Super indico pra todos. É uma leitura leve, mas prende o leitor. Porém, se você quer dar uma pausa pro seu coração, não leia, ele vai balançá-lo e fazê-lo parar algumas vezes.


Vou colocar aqui em baixo a sinopse e as frases que mais curti do livro.


____________________________________________________________

Sinopse: Sequencia de Métrica, continua a história do jovem casal Will e Layken. 

Depois de testado por tragédias, proibições e desencontros, o relacionamento dos dois enfrenta novos desafios. A ex-namorada de Will retorna, arrependida de ter deixado o rapaz. E está disposta a tudo para reconquistá-lo. Insegura, Layken começa a ler novas razões nos comportamentos do rapaz. E na sua insistência para adiar a 'primeira vez' de ambos. Presos em uma ironia cruel do destino, eles precisam descobrir se o que sentem é verdadeiro ou se fruto da extraordinária situação que os uniu. 


_________________________________________________________________


..." - Ela diz que se todos falassem mais palavrões, eles deixariam de ser considerados palavrões e ninguém mais ficaria ofendido com eles... É mais como se ela estivesse nos incentivando a sabotar um sistema que é defeituoso por causa do uso exagerado de palavras interpretadas como xingamentos, quando na verdade são apenas letras misturadas, como qualquer outra palavra. É só isso que elas são, letras misturadas... E se algum dia alguém decidisse que "borboleta" é um palavrão?...A palavra mesmo não significa nada. É o sentido negativo que as pessoas associam a ela que a transforma. Então se a gente simplesmente decidisse continuar falando "borboleta" o tempo inteiro, as pessoas não ligariam mais."...- pág. 18/19

" Se eu fosse um carpinteiro, eu construiria para você uma janela para minha alma. Mas eu deixaria a janela fechada e trancada, assim, toda vez que você tentasse olhar para ela..tudo o que veria seria seu próprio reflexo. Você veria que minha alma, é um reflexo de você." - pág. 64

"- Não me faça implorar, Will. Às vezes você é tão responsável que fico me sentindo uma fraca." - pág. 77

..." Amo você por causa de você" - pág. 128

..." - Estou desesperado. A essa altura faço qualquer coisa só para ficar com você. Estou  com saudade." - pág. 156


..." - Você não lutou por mim. Ia simplesmente me deixar sair de sua vida. Você deixou eu sair de sua vida." - pág. 168

..." Mas o coração de um homem e de uma mulher apaixonados, pode ser pior do que não ter um coração, pois, ao menos se você não tiver um coração, ele não morre quando partir aos pedaços." - pág. 172

" Amo você por causa de você. Por causa de todas as mínimas coisas que você é." pág. 198

..." É como se você tivesse chegado e despertado minha alma." pág. 268.

____________________________________________________________

O livro tem 301 páginas e é da #EditoraGaleraRecord

Métrica (Slammed) - Colleen Hoover


Sim, eu estou atrasada demaaaaaaaaais nas resenhas, mas a faculdade esse ano tá me deixando sem tempo nem pra respirar, o que eu acho ótimo porque não gosto da  minha vida parada. Por isso peço mil desculpas, mas pra compensar minha ausência vou falar desse lindinho que é #Métrica, ou #Slammed, da titia Colleen Hoover, deusa das galáxias literárias .

Métrica é um amorzinho. A história da Lake e do Will é de dar pena, raiva, e amor, tudo junto e ao mesmo tempo. Os dois sofreram perdas muito tristes e muito cedo. Will teve que amadurecer muito rápido, deixou de lado seus sonhos e agora cuida da casa e de seu irmão. Lake mudou de cidade após a morte do pai e agora vive com a mãe e o irmão mais novo.


Eles acabam se tornando vizinhos com a mudança de Lake, e logo no primeiro encontro já se percebe que rolou aquele clima, maaassss, a vida nunca é fácil e rolam alguns impedimentos pros dois ficarem juntos, porque senão não teria graça, né? Lake e Will acabam descobrindo na escola que além de vizinhos, são professor e aluna, e que o relacionamento entre eles está fadado a não dar certo.


Eu juro que tinha horas que queria matar um. Porquê a Lake não se mudou de colégio? Porquê o Will não desistiu dela de uma vez? Tirando isso, achei o livro legalzinho. Confesso que pelo que havia lido por aí eu esperava muito mais, mas não tirou o mérito da leitura não. E só pra não perder o costume, chorei alguns litros em meio a leitura, principalmente com a carta de despedida da mãe da Lake no final ~spoiler


Aqui em baixo vou colocar a sinopse dele e algumas frases que mais gostei do livro:

____________________________________________________________

O romance de estreia de Colleen Hoover, autora que viria a figurar na lista de best sellers do New York Times, apresenta uma família devastada por uma morte repentina.
Após a perda inesperada do pai, Layken, de 18 anos, é obrigada a ser o suporte tanto da mãe quanto do irmão mais novo. Por fora, ela parece resiliente e tenaz; por dentro, entretanto, está perdendo as esperanças. Um rapaz transforma tudo isso: o vizinho de 21 anos, que se identifica com a realidade de Layken e parece entendê-la como ninguém. A atração entre os dois é inevitável, mas talvez o destino não esteja pronto para aceitar esse amor. 

____________________________________________________________

"- Nunca me arrependi. Duvidar eu duvidei. Mas me arrepender, não.
 - Tem diferença entre as duas coisas?- pergunto.
 - Com certeza. Arrependimento é contraproducente. É ficar lembrando de um passado que mão pode mudar. Duvidar das coisas à medidas que elas correm pode evitar que o arrependimento surja no futuro..." - pág. 39

"- Toda mulher deve ser capaz de responder três perguntas antes de se comprometer com um homem. Se disse "não" a qualquer uma das três, saia correndo... Ele te trata com respeito o tempo inteiro? Essa é a primeira pergunta. A segunda é: se, daqui a vinte anos, ele fosse exatamente a mesma pessoa que é hoje, você ainda assim se casaria com ele? E, finalmente, ele faz com que você queira ser uma pessoa melhor? Se conseguiu responder "sim" às três em relação a uma pessoa, então encontrou um homem decente." - pág. 40


"Bem quando estava começando a achar que ele tinha se esquecido de mim, ele vai e faz algo desse tipo. Passo o resto do dia extremamente quieta, tentando interpretar suas ações. Termino chegando a apenas uma conclusão: ele está tão confuso quanto eu." - pág. 106


"-Você não vai esperar por mim. Não vou deixar que abdique do que deve ser o melhor ano de sua vida. Eu precisei crescer rápido demais; não vou deixar que aconteça o mesmo com você. Não seria justo. Não quero que espere por mim, Layken." - pág. 120


"Who cares about tomorrow? (Quem se importa com o amanhã?)

What more is tomorrow, (O que é o amanhã)
Than another Day? (além de mais outro dia?)"
-The Avett Brothers, Swept Away - pág. 177

"-Não foi a morte que deu um murro em você, Layken. Foi a vida. A vida acontece. Merda acontece. E acontece muito. Com muita gente." - pág. 200


..." - Queria segurá-la para sempre. Queria que ela soubesse que não estava sozinha. O fardo que ela tivesse carregando, seja ele qual fosse, eu queria carregá-lo por ela." - pág. 225


"-Layken, você precisa me prometer uma coisa...Nunca mais faça basanha para mim." - pág. 237


..."-A maneira como você consome a minha mente quando estamos juntos? Não tenho mais tempo para isso. Tenho que pensar em coisas mais importantes, não nos seus momentos de fraqueza." - pág. 270


" Don't say it's over. 'Cause that's the worst news I could hear. I swear that. I will do my best to be here just the way you like it. Even thoug it's hard to hide. Push my feelings all aside. I will rearrange my plans and change for you" -  ( Não diga que acabou. Pois isso é a pior notícia que eu poderia escutar. Juro que vou fazer o meu melhor para ficar ao seu lado do jeito que você gosta. Apesar de se difícil de esconder. De ignorar totalmente meus sentimentos. Vou reajustar meus planos e mudar por você." - The Avett Brothers, If it's the beaches - pág. 285


"Quando uma pessoa próxima morre, as lembranças que você tem dela se tornam dolorosas. Só na quinta fase do luto as lembranças não doem mais tanto assim; é quando as recordações se tornam boas. É quando você para de pensar na morte da pessoa e passa a se lembrar de todas as coisas maravilhosas a respeito da vida dela." - pág. 296


"Não levem a vida tão a sério. Deem um murro bem na cara dela quando ela estiver precisando de uma boa surra. Riam dela...Questionem tudo...E por último, mas nem um tiquinho menos importante. Nunca se arrependam. Obrigada por vocês dois terem me dado os melhores anos da minha vida. Especialmente o último. Com amor, mamãe." pág. 298/299.

_____________________________________________________________

O livro tem 299 páginas e é da  #EditoraGaleraRecord

A Playlist de Hayden

Genteeeeeee esse pessoal da Novo Conceito é muito divo mesmo né! Hoje eu vou falar um pouquinho desse "aperitivo" do livro A Playlist de Hayden que eles enviaram e eu fiquei suuuuuper feliz *-*.

Sam e Hayden são super amigos. Eles são "fora do padrão" pra muita gente, e isso infelizmente faz com que o Hayden sofra com bullying, inclusive de seu irmão.


Quando comecei a ler e o Sam começou a contar a história, comecei a pensar que o Hayden tinha se suicidado por causa do bullying, mas realmente não sei o que pensar. Pra mim que o Hayden tinha é uma vida dupla, isso sim. Aparentemente ele fazia muitas coisas que não contava pro seu melhor amigo e que vão ser esclarecidas no decorrer da história.


É um livro bem legal de ler. A linguagem é clara e tem um certo suspense que me prendeu durante os capítulos que li. Achei que é uma leitura mais pra adolescentes, mas nem liguei, porque realmente conseguiu me segurar no enredo da história. Ele é o primeiro livro da Michelle Falkoff e posso dizer que ela começou com o pé direito.


Quero muito saber como termina. Sam vai ficar com a Astrid? Quem é o Arquimago_Gedi? É o Hayden? É um espírito que está assombrando o Sam? É Astrid? Ou será que o Sam está enlouquecendo pela perca do amigo?


Todas essas perguntas e tantas outras, serão respondidas no dia 6 de abril, no lançamento do livro,

Só nos resta esperar!

Dançando sobre cacos de vidro


         Ano passado uma amiga minha me falou várias vezes sobre esse livro. Ela falava: “ Caroline, pelo amor de Deus, leia esse livro mulher! Ele é lindo, chorei horrores!”. Conheço gente que não gosta de ler livros que fazem chorar, mas sou dessas que leem messssmo. Se não for pra chorar, nem leio.
         Sou uma manteiga derretida no quesito literatura, e com Dançando sobre cacos de vidro não poderia ser diferente.
Confesso que logo no começo em que Lucy descobre que está grávida eu fiquei histérica! Achei tão lindo! Era um presente pra ela e pro Mickey (<3), um milagre na vida dos dois. Fiquei imaginando o Mickey se esforçando mais ainda pra cuidar desse anjinho que estava por vir e já estava ansiosa pra saber o que ia acontecer, até que vem a notícia mais fdp da história: a doença de Lucy tinha voltado, e todos os meus planos pros personagens cairam por terra.
            Depois que descobriu o câncer e que decidiu ter o bebê, fiquei p*** com a Lucy. Deixar de lutar pelo Mickey por causa de um bebê que nem nasceu? Ela poderia abortar, se tratar e tentar novamente ter outro filho ( pra quem não sabe, eles fizeram um pacto de não ter filhos, devido às doenças mentais do lado do Chandler e do câncer do lado da Houston, para que seu DNA não passasse para as futuras gerações), e fiquei rezando cada maldito segundo em que lia a história para que desse pra ela ter o bebê e se tratar depois, mas nem tudo é como a gente quer né!
            Bom, o que posso dizer é que esse livro abalou minhas estruturas, e se você tiver a oportunidade de ler, leia-o imediatamente, e se não tiver, leia assim mesmo pois é uma história linda, linda, linda, que todo mundo precisa ler.


            Sabe aquele top 10 dos melhores livros que já li? Então, nunca consigo ter só 10 kkkkkk e esse definitivamente entrou pra essa parada.

                                             *-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-
Lucy Houston e Mickey Chandler não deveriam se apaixonar. Os dois sofrem de doenças genéticas: Lucy tem um histórico familiar de câncer de mama muito agressivo e Mickey, um grave transtorno bipolar. No entanto, quando seus caminhos se cruzam, é impossível negar a atração entre eles.

Contrariando toda a lógica que indicava que sua história não teria futuro, eles se casam e firmam – por escrito – um compromisso para fazer o relacionamento dar certo. Mickey promete tomar os remédios. Lucy promete não culpá-lo pelas coisas que ele não pode controlar. Mickey será sempre honesto. Lucy será paciente.


Como em qualquer relação, eles têm dias bons e dias ruins – alguns terríveis. Depois que Lucy quase perde uma batalha contra o câncer, eles criam mais uma regra: nunca terão filhos, para não passar adiante sua herança genética.


Porém, em seu 11° aniversário de casamento, durante uma consulta de rotina, Lucy é surpreendida com uma notícia extraordinária, quase um milagre, que vai mudar tudo o que ela e Mickey haviam planejado. De uma hora para outra todas as regras são jogadas pela janela e eles terão que redescobrir o verdadeiro significado do amor.Dançando sobre cacos de vidro é a história de um amor inspirador que supera todos os obstáculos para se tornar possível.
____________________________________________________________


..." Que às vezes a maneira de morrer doía mesmo, mas a morte trazia certa magia, porque a gente acabava se esquecendo da dor como se nunca a tivesse sentido." - pág. 9

..." pois descobri que sou muito melhor em deixar partir do que em aceitar que me deixem partir." - pág. 13

..." A verdade é que acho que amei Mickey desde o momento em que o vi. Graças a Deus, porque agora não consigo me imaginar amando - ou sendo amada por- outra pessoa. Apesar dos reveses...sei que escolheria Mickey de novo." - pág. 23

" É preciso talento para lidar com esse transtorno. É preciso coragem para controlá-lo a fim de que ele não me controle. Às vezes é preciso encontrar um bom guia. No meu caso, precisei de um destino. Lucy é meu destino. Não importa se estou encurralado num canto escuro, ou debruçado sobre um precipício estonteantemente brilhante, meu objetivo é sempre voltar para ela..." - pág. 40

..." Eu costumava me  perguntar como o amor...funcionava para aqueles que não precisavam se preocupar com a loucura. Essas pessoas provavelmente não tinham que tentar com todas as forças evitar se apaixonar  nem se sentiam obrigadas a rejeitar o amor por ele não ser confiável. Tampouco precisavam imaginar a rejeição cáustica que as aguardava assim que a sua loucura fosse revelada em toda a sua extensão...No momento em que começamos a deixar cair nossas máscaras, não pude acreditar que ela não me achasse repulsivo...Seu destemor me assustou um pouco. Mas talvez o destemor seja o que fica para alguém que já passou pelas piores coisas que lhe podiam acontecer...Eu estava me apaixonando por ela...Tentei poupá-la  de uma vida comigo... Mas ela nem sequer pestanejou." - pág. 88

"Levei um dia para ver como seria ficar sem vê-lo, sem falar com ele ou tocá-lo. Não gostei. Não gostei nem um pouco." - pág. 89

..." não consigo manter as aparências durante muito tempo, preciso ser eu mesmo nos momentos em que estou sozinho." - pág. 91

" - Estou apaixonada por você. E o fato de se comportar como um babaca não vai mudar nada...Mickey, eu realmente acredito que todo mundo deveria ser importante para alguma pessoa neste raio de planeta a ponto de valer a pena lutar por ela. isso vale para mim também. E ninguém está lutando por mim. Eu desisto." - pág. 91

..." Estou flutuando acima do precipício e vou cair. Sinto muito. Eu te amo. Eu te amo. Eu te amo. Se meu amor viesse num pacote melhor, acabaria afogando você. Ele é grande assim. Não tenha medo de mim. Por favor, por favor, por favor, não fique com mendo de mim. Não importa o que eu diga ou faça quando você me encontrar, com certeza não é de propósito. Ao menos que eu diga que te amo. Porque esta é a única coisa inabalável que tenho". - pág. 101

" - O amor não cura tudo, Lucy" - pág. 116

..." Não demorou muito para que eu entendesse o que ele queria dizer. Cacos de vidro. Nesse momento, estávamos descalços e dançando sobre um mar de cacos de vidro...Mickey sabia que eu dançaria com ele para sempre se pudesse, mesmo que meus pés sangrassem." - pág. 211

"- Acho que ele terá que perder você, Lucy. Ele não saberá o que pode fazer sem você até que isso aconteça." - pág. 229

..." Quando terminou, nos demos conta de que provavelmente havia sido a última vez" - pág. 237

..." a morte era  a parte fácil. O modo como se morre? Bom, essa já era outra história." - pág. 254

__________________________________________________________________


O livro tem 329 páginas, e é da #EditoraArqueiro 




No Escuro - Elizabeth Haynes.

Catherine Bailey sofreu muito a alguns anos atrás. 

Vivia em festas regadas a bebidas e homens, muitos dos quais nem lembrava o nome na manhã seguinte. 


Numa noite, Cathy conhece Lee. Alto, lindo e másculo, ele é o sonho de consumo de todas as mulheres. Sempre atencioso e gentil com os outros, Lee sabia exatamente como se portar, conquistando não apenas Catherine, mas também suas amigas. Aliás, Lee conquista mais as amigas, do que a própria namorada.


Poderia ser uma história linda e romântica, digna de contos de fadas, se não fosse pelo pequeno problema de acontecer na vida real. Com o passar do tempo Lee muda completamente com Cathy. Lee Brightman passa de príncipe encantado a um maníaco manipulador e agressor de mulheres. 


Cathy de repente se encontra ameaçada e com pose de maluca, já que suas amigas não acreditam que o maravilhoso Lee faria mal a uma flor. 


Depois de quase morrer, ela consegue fugir, mas está tão aterrorizada que não consegue viver um dia de sua vida sem regras duríssimas de segurança. Após os ataques, ela está com TOC e TPT, tentando recomeçar a vida em outra cidade.


Logo quando tudo parece estar se ajeitando, Cathy recebe a notícia de que Lee será solto em poucos dias. O medo e a desconfiança que nunca a abandonaram, voltam ainda pior.


O que vai acontecer com Cathy agora? Lee Brightman mudou seu jeito de ser na prisão? Só lendo o livro pra descobrir!


---


O livro é da #EditoraIntrínseca  e tem 333 páginas.