Sagrada Maldade - Caçada aos multiplicadores - Rodrigo Domingues


Livro: Sagrada Maldade -Caçada aos Multiplicadores
Autor: Rodrigo Domingues
ISBN-13: 9788580610666
ISBN-10: 8580610664
Ano: 2014 / Páginas: 394
Idioma: português
Editora: Porto de Ideias

Sou o tipo de leitora que segue um verdadeiro ritual literário, vejo a capa leio, a sinopse conheço o autor e por fim, mas não menos importante leio a ultima frase do livro. 

Meu ritual foi quebrado dessa vez e por isso iniciei uma leitura meio que com o pé atrás, e logo nas primeiras linhas fui obrigada a parar subitamente porque simplesmente não tinha percebido mas tinha prendido a respiração. 

Senti-me desafiada ao me deparar com Sagrada Maldade, livro escrito pelo ate então desconhecido Rodrigo Domingues, um Porto Alegrense de personalidade, segundo o que dizem, forte e sem pretensão a escritor, fato que me deixou ainda mais intrigada. 

O início da trama é num vilarejo na Etiópia onde o jovem Jamal é recrutado para uma experiência cientifica que ira abalar a vida de todos os habitantes do planeta. 

Alguns anos depois um encontro com um desconhecido traz a promessa de uma ascensão meteórica na carreira  do jornalista Kevin Giuliani. Ele nem se da conta de que o dossiê que vem parar em suas mãos pode representar tanto o sucesso quanto a sua desgraça.

Em outro ponto da cidade horas depois os investigadores do FBI se deparam com mais um crime com requintes de crueldade, mas assim que chega ao local do assassinato Bryan se depara com a segunda perda mais cruel da sua vida, atordoado ele decide que ira ate o fim em busca daquele que causou tamanha dor a sua família. 

Enquanto o mundo dos Giuliani passa por uma terrível tempestade, Evan um homofóbico cruel apresenta-se de forma categórica, liderado por alguém de mente doente e perversa com uma total distorção da realidade do mundo ele e seus companheiro travam uma guerra silenciosa e covarde contra os homossexuais e soropositivos que encontram pela frente. 

Medo, tensão suspense, drama e uma pitada de soco na consciência fazem desse livro uma ótima base para conversar sobre os temas abordados , que apesar de serem mais discutidos na sociedade moderna ainda são um verdadeiro “tabu”, para quem tem a mente ultrapassada e ignorante. 

Um final totalmente surpreendente que faz você se perguntar : “- Será que acabou mesmo?” pois mesmo com um final consolidado, ainda há historia para ser contada.

Quem sabe se lá na frente o escritor não resolve nos presentear com uma continuação? É só uma ideia mas eu ia amar. 

Enfim, desafio aceito, desafio cumprido e melhor de tudo, recado absorvido, pois sei que apesar de ser uma obra de ficção alguns pensamentos são bem reais, uma livro de tema pesado e leitura leve, indicado para quem gosta de um tipo de ficção policial com dedo na realidade. 

Nadine Barbosa